Lerium

2019

Lerium

O fascínio pelo cosplayer começou há 2 anos, e desde então nunca mais consegui parar. Ganhei alguns prémios em Espanha nas categorias individual e grupo. Na verdade sou reconhecida no meio pelos meus cosplays de Aloy (Horizon Zero Dawn), Kim Possible e Maya (Borderlands).

Asumi

2019

Asumi

O Asumi vem da Eslováquia e tem 20 anos de experiência em cosplayer. Desde 2014 que o cosplay se tornou um modo de vida e uma das maiores paixões de Asumi. O fascínio de poder vestir a “pele” do seu personagem fictício favorito e poder interpretar essa personagem em palco é um dos seus grandes prazeres. Muitas vezes dá voz a canções, cujas personagens interpreta através da sua máscara. A criação do guarda-roupa de cospay é outra das suas paixões, deixando para trás, se for preciso as férias, para desenvolver as suas criações.
O convívio com os amigos onde envolva, cantar e jogar PC é algo que o alicia, e desperta para a arte de cosplayer.
Atualmente estuda design e é a primeira vez que visita Portugal.

Ciarathallya

2019

Ciarathallya

“Brilhar para além de nós próprios é sentirmo-nos num corpo a vibrar!”
Há 15 anos, a vencedora do prémio Cosplay dos EUA 2019 , “Ciarathallya” foi desafiada pelos amigos a dar vida, a uma das suas personagens favoritas dos videojogos. Na altura, a então vencedora dos EUA achou que o modelo tinha ficado tão “mau” que nunca teria coragem de o usar. Mas o gosto que sempre teve pelo cosplay falou mais alto e desafiou-se a si própria a fazer melhor, trabalhando no seu fato com foco e objetivo, para conseguir fazer e vestir um modelo de que se orgulhasse. E conseguiu!
Define cosplay como o “anime” embaixador que transmite ao público a fantasia do seu herói de videojogo favorito. Ciarathallya, vai mais longe e admite que gosta de usar a sua fantasia como desbloqueador de conversas, para além de ser uma âncora para atrair as pessoas para o seu mundo.
Para a vencedora do prémio deste ano nos EUA, o melhor da arte de cosplay é permitir conhecer pessoas novas, levadas pela curiosidade de saberem mais acerca da personagem que se cruza com elas. Através do cosplay Ciarathallya, admite que se criam vínculos de amizade. Gosta acima de tudo de desafiar as leis da física e a sua própria criatividade com os modelos que cria. Brilho, muito brilho e mais brilho é assim que carateriza as suas personagens e os modelos de cosplay que dá vida. Quando não está no mundo do cosplay dedica o seu tempo a fazer roupas para a filha e acessórios para o seu gato.

Dora Figueiredo

2019

Dora Figueiredo

A enfermeira Dora, não é apenas uma enfermeira que se preocupa com a arte de cuidar dos outros, ela é também a Dorothy Dare. Com esta personagem a Dora pratica, de uma forma muito séria e irreverente a arte do cosplay. Em 2014 teve a primeira experiência de cosplay e desde então foi amor à primeira vista, como ela própria identifica. O seu grande propósito, mais do que vestir uma personagem, passa pelo gosto de estar em palco e entreter visualmente e de forma extravagante o público. Intitula-se como sendo uma artista, onde através da arte e da narrativa exponencia os sentidos de quem a observa.

Alexandra Santos

2019

Alexandra Santos

Olá, sou uma rapariga com poderes mágicos, sou de Aveiro uma cidade num mundo onde todos os sonhos são uma possibilidade. Espero levá-los a uma viagem a este mundo, onde todos possam ser o super-herói mais forte ou o vilão mais cruel, a imaginação é o limite.
O primeiro anime que eu vi tinha 5 anos, era Sailor Moon, desde então eu uso a alegria, coragem e força que esse anime me ensinou, na minha vida.
Quando os obstáculos são muito difíceis ou sonhos parecem impossíveis, sigo em frente, sorrindo para a vida como o Pretty Guardian Sailor Moon.
Acredito que todos temos essa força mágica e todos os jogos e animes nos dão a oportunidade de a conhecer, mostrando o que podemos fazer, por mais difícil que seja a missão.

Koen van Herk

Icon Bandeira Holanda CWM

2019

Foto Koen van Herk

Koen van Herk

Há muito tempo atrás, em uma galáxia muito, muito distante: 8 anos de idade eu já estava ocupado com filmes. Com uma webcam conectada ao Windows Movie Maker e movendo figuras LEGO quadro a quadro ou fazendo pequenos filmes de ação com os amigos. Depois do meu ensino médio, decidi estudar produção Audiovisual focada em Camerawork no Grafisch Lyceum Rotterdam.

Depois dos meus estudos, encontrei uma oportunidade para combinar meu amor por esportes aquáticos e fazer vídeos em Capetown, na África do Sul. No Endless Summer Beach House eu passo duas temporadas produzindo conteúdos diferentes para os Albergues, Surfschool, RedBull e Kite-surfistas.

Hoje trabalho para uma grande variedade de clientes, casas de produção e DOPs. Eu trabalho como freelancer como operador de câmera. Eu regularmente filme para empresas de televisão e produção de vídeo ou para vídeos corporativos e da Web. Eu também trabalho diretamente com clientes, levando seus projetos de vídeo desde o primeiro rascunho até a entrega final. E também trabalho como assistente de câmera no set.